quinta-feira, 7 de abril de 2011

Um minuto de silêncio? Não!

Silêncio?
Um minuto?
Não darei esse tempo a vocês!
Estou puto!

Não ficarei um segundo sem pensar,
um minuto é muito tempo perdido.
Me diz então como não se revoltar,
nas terríveis ações daquele fudido.

Me perdoem as palavras de baixo calão,
mas para aquele animal
eu sou obrigado a dizer: - Não!
- Nem o inferno você merece seu irracional!

Que esses anjos que nos foram tirados,
sirvam-nos como símbolos de amor,
eles têm e devem ser exaltados,
não aquelas cenas de terror!

Que sejam os seus sorrisos lembrados,
assim nossos dias serão alegrados.

E aos pais, amigos, parentes.
nada será capaz de apagar a dor 
de perder pequenos e queridos entes.
Envio à vocês todo o meu amor.

Sejamos sensatos
e depois desses atos
não nos calemos,
nem um segundo,
muito menos um minuto,
por paz no mundo em que vivemos!


****Homenagem às vítimas da tragédia na escola municipal Tasso Silveira.

***Poema participante da 33ª Edição de Poemas do projeto Bloínquês 



11 comentários:

  1. Sonhos interrompidos, Verdadeiros anjos tirados!


    Eu só rezo pra ficar bem.! LUTO :(

    ResponderExcluir
  2. Concordo Flávio, um minuto é muito tempo para se perder! Que seja feita justiça, sem tempo. Silêncio é para refletir, e nesse caso não há reflexão, há apenas perplexidade e revolta.
    Linda sua iniciativa, querido!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. - nada do aconteceu tem uma explicação. uma crueldade, barbaridade, desamor contra a própria vida e a de pequenos inocentes.

    alguns acontecimentos como este já ocorreram, não só aqui mas como também no mundo inteiro, mesmo assim tudo parece novo para mim, o choque ainda é o mesmo.

    quanto ao seu poema, ficou maravilhoso. não tem realmente como usar palavras menos ofensivas ao se tratar deste animal.

    beijos, meu anjo :*

    ResponderExcluir
  4. Revoltante.
    A gente chora, a gente sente a dor. E o que sentem então aqueles pais?? Que tiveram os filhos arrancados de seus braços? Eles os ensinaram a caminhar, os viram sorrir, os viram cair.. e de repente os viram morrer por causa de alguém revoltado com o mundo, e que ainda por cima fala em Jesus Cristo.
    Muito revoltante. Demais, demais. É sem palavras. É puro sentimento, comoção.. e oração pelos pequenos que se foram.
    "É tão estranho, os bons morrem jovens.." (Renato Russo)

    ResponderExcluir
  5. Revolta! Revolta! Revolta!
    Eu não sei nem expressar a raiva, o ódio que sinto. Chorei junto aos familiares, amigos, "platéia" e qualquer outra pessoa sensível ao ponto de derramar lágrimas por essas inocentes crianças que tentavam criar um futuro melhor para si e para o local onde vivem, e um infeliz desse trama tudo isto - ao que tudo indica - e friamente tira-lhes a vida.
    Revolta!

    ResponderExcluir
  6. Um minuto de silêncio só para engolir o nó na garganta!

    Um minuto de silêncio para pensar e chegar a conclusão de que não muito o que dizer...

    ResponderExcluir
  7. "antes fosse dor mir..."


    =(

    bjsmeus

    ResponderExcluir
  8. Nem todos os minutos e segundos seriam o suficiente para expressar a dor do Brasil... e ver que cada vez mais o amor tem sido extinto :/
    Poema triste e Profundo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Sabe, Flávio, diante de tantas calamidades, injúrias, tragédias, eu não condigo me conformar com a falta de amor e humanidade entre as pessoas. Sim, a falta de amor - porque quem ama não é capaz de agir desta forma, muito menos um humano agir assim. É revoltante, é patético e chega até ser irônico. Pessoas inocentes passando por essa humilhação que, ainda por cima, é desagradável, constrangedor, de partir o coração.
    Enfim, acho que seu poema refletiu a dor e solenidade do momento. Realmente, não podemos nos calar. Porque antes disto acontecer, os pais e até mesmo as próprias crianças nunca imaginavam que toda essa situação iria acontecer justo com elas... Mas, bom, aconteceu - infelizmente! E se ficar do jeito que está, podemos reconhecer desde já as próximas vítimas.
    Que a paz reine nos coração das pessoas! E ainda naqueles que não tem/podem/sabem amar.

    Beijo!
    Com amor,
    |Cynthia|

    ResponderExcluir
  10. Em off pq eu posso fazer esse tipo de coisa! Não seria: Homenagem às vítimas da tragédia ocorrida com as crianças...? Homenagem à tragédia é tenso, viu? auhduhaudhuahd que feio da sua parte! uhshSU brincadeira, mas acho que vc sacou em que ponto eu quero chegar.

    ResponderExcluir
  11. Nossa...verdade! ;) Acho que foi a revolta da hora Bell. Rs! Valeu pelo toque! =**

    ResponderExcluir

PAPOS E SUPAPOS

Mi Papos y Su papos!

Popular Posts